O Focinho

O padrão básico da Nippo estabelece: “Focinho: a cana nasal é reta, os lados da boca firmes, a trufa dura e os lábios apertados

Avaliando pelo tamanho do espaço devotado a ele nas Resoluções de Julgamento da Nippo, o focinho é muito importante. O focinho consiste da trufa, da cana nasal, maxilar superior e mandíbula, lábios, e cavidade oral. É definido como a área que vai do meio do stop até a ponta do nariz. O comprimento do focinho deve ser de dois quintos do comprimento total da cabeça (40% do comprimento total da cabeça), sendo o comprimento total medido da ponta do occiput até a ponta do nariz.

É especificamente estabelecido no Padrão da Nippo que a cana nasal deve ser reta. Nas Resoluções de Julgamento, é também estabelecido que “uma protuberância na cana nasal é uma falta”. Qualquer desnível na cana nasal, seja convexo (uma protuberância) ou côncavo (uma aparência de escavado) é uma falta séria.

A largura e profundidade do focinho devem ser moderadas. Um focinho longo, fino, raso é inapropriado porque é fraco e carece de força de mordida suficiente, enquanto um focinho curto, atarracado arruína a aparência das características. A largura e profundidade do focinho , e a aparência de força, são de certa forma diferentes entre machos e fêmeas, de acordo com o princípio de que o macho precisa ser masculino e a fêmea feminina.

O focinho deve afinar um pouco de onde inicia o stop até o fim da trufa. Um focinho que não afunila é chamado de “boca de tubo” e é incorreto. Assim, mesmo um afunilamento gradual dá ao focinho a aparência de “forma de cunha”. Entretanto, não deve afunilar demasiado, que o final apareça pontudo. O final do focinho deve ter suficiente profundidade e largura para manter a aparência de força. Um focinho que afunila o bastante para fazer a face pareça afilada ou fraca de qualquer forma é incorreto.

O focinho deve ser firme, bem aderente, com lábios apertados. Barbelas em um Shiba são especificamente mencionadas nas Resoluções de Julgamento como uma falta e consideradas muito atípicas do Shiba. O pigmento dos lábios deve ser preto, embora essa cor seja restrita aos lábios em si e não se espalhando aos pelos em torno deles. As Resoluções de Julgamento exigem um contraste entre o focinho (firme) e as bochechas (cheias). As bochechas do Shiba são adequadamente muito cheias fornecendo uma aparência de uma bolsa expandida. Essa projeção contrasta com a firmeza dos lábios e do focinho em geral, e como estabelecido pelas Resoluções de Julgamento, o focinho parece vir das bochechas. As laterais do focinho devem ser “largas, cheias, e arredondadas”. Em muitas raças caninas as laterais do focinho são meio chatas. Olhando tais cães de frente mostra uma forma quase retangular, com as laterais sendo os lados mais compridos do retângulo. No Shiba você deve ver uma forma mais circular, as laterais arredondadas dando uma impressão de força. O nariz do Shiba é duro ao toque e o pigmento precisa ser preto.

O pigmento da língua também é importante, mas o pigmento desejado é o reverso do que é desejado para o focinho – a língua deve ser idealmente pink sem pontos negros. O padrão especifica que pontos pretos muito pequenos, não maiores do que uma ponta de dedo são permitidas na língua, mas também diz que o tamanho depende do tamanho do cão. Isso quer dizer que quanto menor o cão, menor o tamanho permitido do ponto. Se o maior dos cães (o Akita) pode ter uma mancha do tamanho de uma ponta de dedo, então o menor deles, o Shiba deve ter pontos bem menores, para ser aceitável.

Deve haver marcações brancas nas laterais do focinho e abaixo da mandíbula. O pelo na cana nasal deve ser vermelho nos cães vermelhos e sésamo e preto nos cães black and tan (preto e bronze). Os cães black and tan terão marcas bronze claramente definidas entre a cana nasal preta e as marcas branca na lateral do focinho. Cães vermelhos não terão pelos pretos no focinho, embora a trufa e os lábios devam ser pretos.

Em nenhuma circunstância as marcações brancas na lateral do focinho podem ultrapassar a cana nasal. Essa falta usualmente ocorre em conjunção com branco que circunda completamente os olhos e também cobre as bochechas (máscara reversa).

Uma máscara preta e barbelas são duas características que os criadores japoneses acreditam indicarem miscigenação e, quando aparecem, são um sinal muito ruim. Essas características não parecem estar na carga genética dos cães nativos japoneses. Deve ser notado que Shibas vermelhos ou vermelhos sésamo frequentemente nascem com uma máscara preta e ocasionalmente carregam pelos pretos no focinho durante a juventude.

Em suma, os seguintes pontos são importantes em relação ao focinho: ele afunila em forma de cunha, é firme e arredondado, está em proporção apropriada com a cabeça; o focinho e os dentes são corretos; os lábios são justos, os pigmentos da trufa e dos lábios são pretos; e o focinho é forte.

CBKC

Últimos posts

WhatsApp-Image-2021-09-27-at-09.42.43

Entrevista com Elettra Grassi para brasileiros

E-books

dragaopath

black Worlock Kennel

Rolar para cima
× Como posso te ajudar?