A Orelha

O Padrão Básico da Nippo estabelece: “Orelhas são da forma de um pequeno triângulo, inclinando-se levemente para a frente e permanecendo eretas e firmes

As orelhas eretas são uma das características fundamentais do Shiba, e sua importância não pode ser exagerada. Em conjunto com a cauda portada sobre a traseira, as orelhas servem para definir a figura do Shiba, e um Shiba com orelhas caídas dificilmente seria chamado Shiba.

Tamanho

A maneira mais fácil de determinar se as orelhas são de tamanho adequado é julgar se estão ou não em harmonia com a cabeça. Uma orelha que é demasiado grande para um Shiba pode ser perfeitamente correta em outro com uma cabeça maior. Como o tamanho da orelha é uma questão de proporção apropriada com a cabeça, não há medida absoluta para o comprimento e largura podem ser dadas. É preciso estudar os cães que têm a proporção apropriada do tamanho da orelha e utilizar o seu próprio senso estético. Geralmente, orelhas muito grandes são muito mais comuns do que orelhas muito pequenas.

16
asdasd

Forma

É imperativo para o tipo correto de orelha que elas sejam triangulares. Em geral, o triângulo apropriado é isósceles - os dois lados iguais sendo as laterais das orelhas - porque isso fornece uma aparência de balanço e estabilidade. Como a orelha se estende mais no lado externo da cabeça, esses dois lados não serão de comprimentos idênticos, mas a aparência deve ser igual, quando vistas de frente. Uma linha vertical no centro da orelha deve dividi-la em duas partes proporcionais. Se você traçar um par de linhas imaginárias verticais tangendo a parte mais larga da face, a outra extremidade da orelha não deve estar além dessas linhas.

Faltas comuns são de orelhas que se estendem além da lateral da cabeça, orelhas que se inclinam uma para a outra, orelha de forma de diamante, que contém uma curva fechada na base que avança além da lateral da cabeça (comum em orelhas pequenas), uma ponta de orelha que se inclina para trás ou que oscila quando o cão se move, uma orelha redonda que não tem ponta evidente ou uma orelha com base estreita que distorce o triângulo. Uma orelha que não é faltosa, exceto se levada ao extremo, é a orelha profunda. O oposto dessa é a orelha chata, onde não há praticamente um pavilhão dentro da orelha. Uma orelha extremamente chata é menos desejável do que uma orelha excessivamente profunda, mas o meio termo entre elas é o ideal.

517451
32889632

Ponta para frente

O padrão diz que a orelha deve inclinar-se ligeiramente para a frente. Quando se olha o cão de perfil, a linha da orelha não deve ser perfeitamente vertical ao solo, e haverá um ângulo entre a linha da orelha inclinada e a vertical. Vista de lado, a parte traseira da orelha inclina-se para a frente 30 graus de uma linha perpendicular ao plano da testa. A linha da frente da orelha vai fazer um ângulo reto com o plano da testa. Evidentemente esse ângulo não pode ser medido com exatidão devido à leve curvatura da parte traseira do crânio e irregularidades na forma do crânio. Alguns shibas vão ter uma inclinação excessiva, mas o mais comum é vermos cães que não têm a adequada inclinação. Como a inclinação adequada é muito importante na aparência do cão, é preciso avaliar seriamente esse aspecto.

Portada ereta

Firmemente levantada significa que as orelhas devem permanecer rigidamente eretas. Quando o cão se move, as orelhas não devem balançar para trás ou para a frente. O estado mental do cão tem considerável efeito no porte da orelha. Um cão relaxado pode carregar as orelhas mais para o lado, alguns cães têm essa tendência mais do que outros. Um cão assustado vai abaixar as orelhas, o que é também uma forma de mostrar submissão. O porte adequado da orelha do Shiba reflete a ideia de que esta raça deve sempre demonstrar calma e coragem.

Outros fatores

Dois outros fatores que não são especificamente mencionados no padrão básico são a inserção e espessura das orelhas.

Vistas de lado, as orelhas não devem ser inseridas muito alto no crânio ou muito baixo no lado da cabeça. Se elas forem inseridas muito alto, isso deixa uma pequena distância entre elas e perturba a harmonia das características. Se eles forem inseridas muito baixo, a linha natural, arredondada do crânio é visível, em vez de ser coberta pelas orelhas, e isso dá uma aparência de cabeça de maçã. O crânio, visto de frente, deve parecer plano entre as orelhas. Visto de lado, as orelhas não devem ser inseridas muito para frente, nem muito para trás. Se elas forem muito para frente, o occiput parece sobressair entre as orelhas, e a curva suave natural da linha entre as orelhas e o pescoço é destruída. Se as orelhas forem inseridas muito para trás, isso inevitavelmente significa orelhas demasiado chatas, sem profundidade de concha.

Há uma grande impressão de espessura se as orelhas se elevam com firmeza. A aparência de espessura é influenciada pelo comprimento e densidade do pelo da orelha. Ocasionalmente, um cão terá muitos pelos ou uma franja de pelos longos dentro da orelha. Isso é chamado de orelha “grama de bambu”. Uma orelha adequada dá um sentimento de harmonia para as características porque o triângulo isósceles é uma forma bem estável. Quando a espessura da orelha é aumentada ela melhora essa aparência de estabilidade. Então, é desejável que a orelha seja grossa. Embora a estreiteza da orelha seja uma falta mais séria, a orelha é muito grossa quando dá uma impressão de ser imóvel. Mais uma vez, o ideal está entre os dois extremos.

CBKC

Últimos posts

WhatsApp-Image-2021-09-27-at-09.42.43

Entrevista com Elettra Grassi para brasileiros

E-books

dragaopath

black Worlock Kennel

Rolar para cima
× Como posso te ajudar?