A Pelagem do Shiba

O Pelo do Shiba é um atributo magnífico da raça.

Pelo do SHiba

Uma pelagem adequada ajuda a dar ao Shiba sua aparência única e real. A pelagem vermelha “de raposa” brilhante dos Shibas vermelhos é a pelagem mais bonita e popular dentre as três cores padrão.
O equilíbrio matizado de vermelhos profundos se fundindo com marcas de urajiro branco-cremoso é discreto e impressionante ao mesmo tempo.
O Shiba black and tan (preto e castanho) tem uma pelagem preta enferrujada linda e profunda salpicada com adoráveis pontos bronzeados no rosto, peito e pernas.

Os black and tan são conhecidos por seus looks muito fofos e às vezes são confundidos com huskies.
Já a pelagem sésamo é a mais misteriosa e cativante das três pelagens consideradas padrão da raça. A magnífica pelagem de lobo, cor de gergelim é rara e intrigante. Para os entusiastas de Shiba, finalmente por os olhos em um sésamo verdadeiro é um prazer emocionante.
Shiba é uma raça de cão com pelagem dupla. A pelagem externa é dura e reta, e o subpelo é felpudo e espesso. Raças de cães com pelagem dupla perdem continuamente pelos ao longo do ano. Duas vezes por ano, a queda torna-se pesada – geralmente durante a primavera e o outono.

Pelo do Shiba – pelagem externa ou de guarda


Nos padrões da raça, a pelagem externa do Shiba, também chamada de “pelos de guarda”, é de cor vibrante, reta e rígida. Nas pistas de exposição, a textura da pelagem do Shiba é importante. Os pelos de guarda devem ser rígidos e não apresentar maciez. O comprimento da pelagem deve ser de cerca de cinco centímetros acima da cernelha.
✔ No corpo do Shiba, os pelos de guarda ficam um pouco apontados para fora do corpo.
✔ No rosto e nas pernas do Shiba , o pelo deve ser curto, uniforme e cheio.
✔ O pelo da cauda do Shiba é um pouco mais longo e se ergue um pouco sobre a cauda.

Subpelo do Shiba
O subpelo é macio, felpudo e espesso.
Shibas vermelhos têm subpelos claros, enquanto
sésamos e black and tan têm subpelos castanho
acinzentados, mais escuros.
Shiba vermelho sujo (chamado sachige, ou seja,
pelos de cores diferentes misturadas) carregam um
gene recessivo preto e castanho e normalmente têm subpelos escuros como preto e bronzeado.

O Objetivo de uma Camada Dupla
As duas camadas de pelos do seu Shiba têm duas funções importantes. O subpelo denso atua como um isolante para manter o cão aquecido no inverno e fresco no verão.
A camada externa atua como uma espécie de “jaqueta” e repele umidade e sujeira. Também ajuda a proteger a pele do seu cão contra queimaduras solares e insetos irritantes.
Como a pelagem têm a função de isolar o Shiba e também de proteger sua pele de queimaduras solares e pragas, os pelos do Shiba nunca devem ser tosados.

Urajiro
As marcas distintas, de cor branca nos pelos do Shiba são chamadas de urajiro e são um elemento importante em sua pelagem. A definição vaga, mas precisa, de urajiro traduzida do japonês significa “branco abaixo da superfície”.
A tonalidade do urajiro varia do branco ao ligeiramente esbranquiçado. Muitas espécies animais (pássaros, peixes, répteis) também têm esses tipos de marcações, ou contramarcações (camuflagem) desde os tempos pré-históricos. As marcações de camuflagem escuras na parte superior e claras na parte inferior ajudam os animais a se misturarem ao ambiente natural.
Todos os Shiba devem apresentar distribuição adequada de urajiro para estar de acordo com os padrões da raça. Os vermelhos têm a maior cobertura urajiro das três cores de pelagem padrão.

No rosto de um Shiba, o urajiro deve estar presente na lateral e no fundo da boca, nas bochechas e dentro das orelhas. Pontos claros são permitidos acima dos olhos em todas as cores, mas são obrigatórios para o black and tan. O urajiro também deve ser visto no pescoço, tórax, antepeito, lado ventral da cauda e na parte interna das pernas.
A transição da gradação da cor do urajiro para a cor da pelagem deve ser gradual e “suave” – especialmente para Shiba vermelhos.
Shibas Black and Tan geralmente têm urajiro que se assemelha a dois triângulos no peito que às vezes parecendo uma gravata borboleta

Gravata Borboleta (bowtie)

Embora o teste de DNA possa verificar traços como o gene de pelo comprido – não existe um teste genético definitivo para garantir o urajiro adequado. No entanto, foi observado que Shibas carregando o gene creme exibirão um urajiro mais brilhante cobrindo mais área do pelo do que Shibas com o gene não creme.
Variações não padrão dos tipos de pelagem do Shiba
Tipos de pelagem fora do padrão ocorrem na maioria das raças de cães devido a aspectos genéticos e a práticas de criação inadequadas, como pais sem teste genético etc.

Pelo fato de variações dessa natureza não estarem de acordo com os padrões da raça, cães com tais características não podem ser exibidos como cães de raça e não devem ser reproduzidos. No entanto, é claro que eles podem ser amados tanto quanto seus irmãos e irmãs Shiba corretos.
Shiba de pelo comprido
Shibas de pelo comprido têm pelos mais longos (7,5 cm ou mais) e tem uma aparência fofa de “ursinho de pelúcia”. Shibas de cabelo comprido não são muito comuns, mas também não são exatamente uma ocorrência “rara.

Muitos cães do tipo Spitz, como o Shiba e o Akita, carregam o gene de pelo longo em suas linhagens. Até mesmo os cães de exposição campeões podem ser portadores do gene, que é uma das razões pelas quais os Shibas de pelo comprido são encontrados em todo o mundo.
Criadores de Shiba respeitáveis fazem testes genéticos em seus cães para garantir que eles não cruzem Shibas com genes que levarão à possibilidade de uma prole de pelo comprido ou outros defeitos. Nos Shibas, enquanto o pelo comprido é determinado pelo gene recessivo “II”, a pelagem normal decorre do gene “LL”. Já os Shibas com revestimento normal que são “portadores” do gene de pelo comprido são “LI”.
Alguns proprietários de Shiba não percebem que têm um filhote de cachorro Shiba de pelo comprido até que o filhote tenha três meses ou mais, embora a maioria dos criadores experientes deva ser capaz de determinar isso em 8 semanas. Shibas com pelo comprido, que são produzidos a partir de dois Shiba de raça pura, são de raça pura, mas como isso é considerado uma falha grave, eles não podem participar em eventos de exposições de cães. Eles também não devem ser reproduzidos propositalmente.
Fique longe, muito longe de criadores que têm a coragem de cobrar mais por um Shiba de pelo comprido com a alegação de sua “raridade”. Você estaria pagando mais pela negligência deles em não quererem pagar pelos testes genéticos.

Shiba de pelagem “lanosa”
Um Shiba de pelagem comprida não é exatamente o mesmo que um Shiba de pelagem lanosa. Em vez de ter uma longa camada de pelos protetores, os Shiba lanosos têm menos pelos de guarda e, em vez disso, uma pelagem lanosa, felpuda e grossa. Shibas lanosos também são uma falta séria e não podem ser expostos e não devem ser propositalmente reproduzidos.
No entanto, Shiba de pelo lanoso são bastante raros e com certeza serão amados como animais de estimação peludos e felpudos.

O Shiba de pelo extracurto
Para estar em conformidade com os padrões da raça, Shiba deve ter pelos de guarda entre 3,8 – 5,0 cm de comprimento na cernelha. Se os fios de proteção forem mais curtos do que isso, seus subpelos devem ser felpudos o suficiente para permitir que os fios de proteção fiquem em um ângulo de 30 graus.
Shibas com pelos menores do que 3,8 cm e sem subpelo felpudo, não devem ser expostos e não são considerados exemplares de qualidade por que não estão de acordo com o padrão da raça. A genética e as práticas de criação inadequadas são responsáveis pela maioria dos casos de Shiba de pelo “extra” curto.

Cores do Shiba
Shiba Vermelho
O vermelho é a cor de pelagem mais popular e desejada. É também a cor mais comum, compreendendo 70% ou mais de todos os Shiba. A pelagem de Shiba vermelha deve ser
vibrante e pura com uma intensidade laranja claro de chama de vela.
Shiba claros, com revestimento vermelho são preferidos – mas vermelhos com ligeiras pontas pretas nos pelos de guarda são permitidos. A intensa cor laranja e urajiro de um Shiba vermelho confere-lhe a famosa aparência de raposa.
Como há mais pelos ao longo da espinha, uma leve ponta preta fará com que essa parte da pelagem pareça mais escura. Um pouco de pelo escuro uniformemente distribuído ao longo da parte de trás e do lado dorsal da cauda é permitido.

Pelagem vermelho clara e vermelho pálida não são desejáveis. A causa da palidez do Shiba às vezes se deve ao fato de ter esparsos pelos de guarda que permitem que mais do subpelo claro apareça.
De todas as cores do Shiba, a vermelha é mais difícil encontrar a textura perfeita devido à tendência de seus pelos serem mais macios.

Shiba Preto e castanho
A pelagem preta e castanha do Shiba é tricolor composta por uma base negra, pontos castanhos e urajiro.
O preto deve dar uma tonalidade marrom-enferrujada devido ao fato de que cada pelo de guarda individual normalmente consiste em três tons diferentes: creme, amarelo enferrujado e preto enferrujado.Shiba Preto e castanho
A pelagem preta e castanha do Shiba é tricolor composta por uma base negra, pontos castanhos e urajiro.


O preto deve dar uma tonalidade marrom-enferrujada devido ao fato de que cada pelo de guarda individual normalmente consiste em três tons diferentes: creme, amarelo enferrujado e preto enferrujado.

Shiba Sésamo
O verdadeiro Shiba sésamo é bastante raro. Muitos proprietários de Shiba acham que têm sésamo quando, na realidade, é mais provável que tenham um “sashige”, ou Shiba “vermelho sujo”. Um verdadeiro sésamo vermelho tem lindos e vibrantes pelos de base vermelha com uma ponta de pontos pretos que são uniformemente distribuídos por todo o corpo e cabeça. Alguns sésamos verdadeiros com pelos de base vermelha opaca têm todas as qualificações para serem considerados sésamo vermelho verdadeiro, mas não têm a desejabilidade de um sésamo com uma base vermelha vibrante.
Shiba sésamo às vezes é chamado de Shiba de zibelina, o que é tecnicamente correto com uma ressalva. Todas as pelagens sésamo podem ser considerados zibelina – mas nem todos os zibelina podem ser considerados sésamo. As zibelinas, por outro lado, não apresentam pontos negros uniformemente distribuídos por todo o corpo.

Em vez disso, zibelina geralmente têm um punhado de preto ao longo de suas costas e laterais, mas não cobrindo todo o torso. Além disso, eles geralmente não têm preto na cabeça. Zibelina que têm áreas com pelos pretos altamente concentrados causando selas pretas são indesejáveis.
Os Shibas sésamo são escuros, mas não devem ter mais de 50% de cobertura preta na pelagem. Esses requisitos rigorosos de pelagem são uma das principais razões para encontrar um sésamo lindo e “verdadeiro” um deleite raro, mas delicioso.

“Sashige” ou Shiba vermelho sujo
Shiba com uma pelagem “Sashige” ou “vermelho sombreado” é frequentemente confundido com Shibas sésamo – o que os levou a serem registrados como “sésamo vermelho” no passado.
Shibas “Sashige” não são sésamo e devem ser classificados como vermelhos apenas para fins de registro. A pelagem de um Shiba “sashige” é vermelha com pontas pretas marcando parte ou grande parte do corpo.
Essa ponta preta nunca é totalmente preta e, em vez disso, é dispersa uniformemente nas áreas em que está localizada. E a ponta ou sombra preta não é encontrada no rosto. Este último fato é uma maneira de descartar o Shiba de ser sésamo, já que todos os sésamos têm pontas pretas em seu rosto.

Shibas “sashige” geralmente têm manchas urajiro de cor esbranquiçada ou mais cremosa do que os vermelhos. Geneticamente falando, Shibas sashige geralmente carregam o gene preto e castanho (mais comum) ou agouti, além
da ausência do gene creme.

Cores da raça fora do padrão
Shiba Creme
Shibas Creme são considerados de raça pura com uma pelagem branca ou creme e um subpelo branco. A cor creme é desqualificante visto que não está de acordo com os padrões da raça.
O urajiro ou manchas brancas no Shiba são importantes para os padrões da raça e não podem ser distinguidos nos Shibas creme, por isso é uma falha grave. O Shiba creme é o resultado de um gene recessivo vermelho pálido que foi transmitido por um ou ambos os pais.
Resultado de um gene vermelho pálido recessivo, o Shiba creme não é branco puro, mas sim revestido de creme. As pontas vermelhas nas orelhas são comuns. Como o gene preto está faltando, os cremes não têm nenhum preto em sua pelagem.
Por razões ainda não completamente compreendidas, alguns Shiba creme têm pelagens creme com um toque de cores pêssego claro, amarelo ou salmão.
No Japão, a Nippo não permite o Shiba creme nas exposições – mas eles podem ser registrados. Na América, o AKC penaliza Shibas creme, mas permitem que elas sejam apresentados em exposições. O Shiba creme não deve ser confundido com outras formas de cães de pelo branco, como albino, double merle, arlequim e malhado branco extremo – todos associados a maiores problemas de saúde.

Shiba Pinto ou Piebald
Pinto ou malhado têm pelagem que parecem ter manchas brancas lisas, manchas e “meias”. O termo meias refere-se às marcas brancas na pata que podem se parecer com meias curtas ou meias mais longas. O Pinto pode ter vários graus de manchas brancas que vão desde algumas manchas até quase totalmente brancas com manchas mais escuras.
A maioria dos criadores terá alguma tolerância para “algumas” marcas de branco no peito e nas patas. No entanto, chega um ponto em que um Pinto é rotulado como um erro grave devido às extensas manchas brancas.
O Pinto é ainda menos apreciado que o creme pelos japoneses e foi propositadamente escolhido para ser eliminado, principalmente por razões estéticas.

O Pinto não é a causa da miscigenação mas sim de genes recessivos tal como acontece com o creme. Atualmente, os testes genéticos podem identificar apenas um gene da “mancha branca”, mas foi teorizado que talvez haja outro gene responsável por ela. Por causa da complexidade da genética, os criadores podem usar uma combinação de testes de DNA e práticas de criação de bom senso para ter a melhor chance de evitar Shibas marcados incorretamente. Infelizmente, os Shiba pinto são normalmente – mas nem sempre – uma boa indicação de que o Shiba foi criado em uma fábrica de filhotes (puppy mill) ou criador de fundo de quintal.

Castanho invasivo ou Sela castanha
A pelagem castanho-amarelada rasteira é uma variação anômala rara da pelagem preta e castanha. É também o mesmo tipo de pelagem encontrado em pastores alemães, airedales e alguns cães de caça. Grande parte do pelo é “selado” com preto nas costas e partes do peito. O rosto geralmente é todo vermelho. Este tipo de pelagem não está de acordo com os padrões da raça e nunca deve ser criado propositalmente. O gene ou genes exatos que causam esta variação da pelagem não são totalmente compreendidos, o que torna o teste de DNA para este revestimento não confiável. A única maneira de um criador poder evitar a criação dessa pelagem é criando dois Shibas vermelhos puros e evitando o gene preto e castanho por completo.

Cuidados com o pelo do Shiba
Para manter a pelagem do Shiba saudável e bonita, duas coisas devem ser consideradas – a dieta e as práticas adequadas de higiene. É importante alimentar seu Shiba com a melhor comida possível – de preferência uma dieta caseira balanceada, rica em ômega 3, polifenóis e proteínas de qualidade, se você puder contar com profissionais que a elaborem. Caso contrário, é melhor utilizar rações industrializadas superpremium.
Além disso, certifique-se sempre de fornecer água fresca e filtrada ao seu Shiba. Uma vez que os Shibas são cães com pelo duplo que trocam de pelo, atenção extra deve ser dada para garantir que sua pelagem permaneça saudável e gerenciável. A escovação frequente com as ferramentas certas ajudará a evitar que o subpolo fique embaraçado, enquanto ajudará a distribuir o óleo da pele para o pelo

“Pelo Esvoaçante” – estilo Shiba
Shibas vão deixar cair o subpelo duas vezes por ano. Normalmente durante a primavera e outono. Nesse tempo, denominado muda, a quantidade normal é amplificada diariamente, até chegar a um pico, máximo.
Por algumas semanas, durante a temporada de muda, certifique-se de escovar seu Shiba regularmente para evitar que o subpelo fique embaçado. O cuidado extra também evitará o excesso de pelos em suas áreas de estar, roupas e, sim, alimentos. O banho deve ser feito semirregularmente, especialmente se o Shiba sofre de algum problema de alergia.
Os mesmos óleos que são benéficos para o pelo eventualmente se acumulam (devido às baixas taxas de evaporação) a ponto de obstruir os poros da pele. Este óleo aprisionado também retém detritos e bactérias, o que eventualmente leva ao temido odor de “cachorro fedorento”. Então, basicamente, o banho é necessário para manter o pelo do Shiba higiênico e livre de detritos, óleo de pele “velho” e outras “gosmas” que podem se acumular. Estamos em 2022 – não acredite no mito de que tomar banho é prejudicial à pelagem de um cachorro. Já faz quase um século que esse mito era de fato realidade, quando os sabonetes para animais eram feitos de produtos químicos agressivos, como a soda cáustica.
Existe uma ampla seleção de shampoos e condicionadores orgânicos de alta qualidade que funcionam para melhorar e proteger a camada de pele de seu Shiba. Ainda assim, não se deve banhar o Shiba com frequência, visto que não agrega e só pode prejudicar, quando desnecessário.

Problemas com a pelagem do Shiba
Pelo quebradiço / opaco –
Shiba com pelos opacos ou quebradiços pode estar sofrendo de vários problemas de saúde diferentes, que incluem:
✔ Desequilíbrio hormonal
✔ Problemas de tiroide
✔ Síndrome de Cushings
✔ Diabetes
✔ Infestação parasitária
✔ Câncer
Às vezes, uma dieta pobre, sem nutrição adequada e óleos ômega-3, também pode contribuir para o embotamento das pelagens. Mesmo que certos alimentos comerciais para cães incluam óleos ômega-3 em sua composição, muito do valor é perdido devido ao alto processamento de calor que torna o ômega-3 em grande parte bio “indisponível”. Se o desbotamento for moderado a grave, é melhor consultar um veterinário o mais rápido possível.
Queda de cabelo ou alopecia
Ter um Shiba com queda de cabelo, seja ela leve, moderada ou severa, é uma experiência desanimadora e preocupante. A perda de cabelo pode ser causada por uma ampla gama de culpados, como alergias (especialmente a pulgas), sarna, foliculite, problemas hormonais ou imunológicos, endócrinos e infecções. O diagnóstico da causa exata da queda de cabelo deve ser feito por um Veterinário o mais rápido possível para que protocolos de tratamento possam ser prescritos.
Descamação excessiva
Durante as temporadas de muda do pelo, Shibas perderão muitos pelos, o que é normal. No entanto, quando os Shibas perdem tanto pelo que aparecem manchas carecas, isso pode ser um problema subjacente que está causando a perda excessiva de cabelo. Tal como acontece com a perda de cabelo normal, a queda de cabelo excessiva pode ser causada por uma série de problemas, incluindo:
• Queda de cabelo auto-induzida devido a lambidas excessivas
• Dieta
• Problemas imunológicos
• Medicamentos
• Gravidez / desequilíbrio hormonal
• Doenças renais, hepáticas, da tiroide
• Doença adrenal (Cushings)
• Parasitas (pulgas ou carrapatos)
• Alergias
• Infecções fúngicas / bacterianas
• Ambientais (shampu, pesticidas)
Com tantas causas possíveis de queda de cabelo, é melhor consultar seu Veterinário desde o início para desenvolver um plano de tratamento adequado

Outros problemas de pele que afetam a aparência da pelagem
Dermatite
Os pontos avermelhados ou dermatite úmida aguda são um problema de pele comum causado por arranhões e lambidas excessivas na área do “ponto quente”. Eles são causados por uma série de problemas dos quais muitos são os mesmos responsáveis pela queda de cabelo. Não são contagiosos ou um problema sério por si só, no entanto, a causa subjacente pode ser. Apenas o seu veterinário pode diagnosticar corretamente a causa e prescrever um plano de tratamento.
O uso de uma coleira de estilo elisabetano é muito útil para evitar que seu cão lamber e morder excessivamente.
Seborreia
A seborreia canina é uma condição de pele comum em cães caracterizada por pele escamosa (caspa), bem como pele e cabelo oleosos. O acúmulo de óleos em excesso
leva ao entupimento dos poros da pele, causando um odor desagradável. A causa da seborreia canina é hereditária ou causada por uma doença secundária, como
dieta, alergias, parasitas, doenças endócrinas e imunológicas. A seborreia que surge espontaneamente, sem que a sua origem seja conhecida não é tratável, mas pode ser controlada.
A dieta e a suplementação desempenham um grande papel no controle da seborreia. Consulte seu veterinário para receber um diagnóstico adequado e um plano de
tratamento.
Sarna
A sarna é uma doença de pele altamente contagiosa causada pela exposição ao ácaro Sarcoptes de outros animais infectados. A sarna é um problema sério que pode ser transmitido a humanos e outros animais. Os cuidados veterinários e, em alguns casos, a quarentena são recomendados imediatamente. O tempo de tratamento leva cerca de 4 a 6 semanas e inclui um cronograma de banho rigoroso com mergulhos escabicidas como a invermectina. Certos casos também requerem medicamentos orais.
Foliculite
A foliculite, frequentemente referida como foliculite bacteriana, é uma das infecções cutâneas caninas mais comuns. A foliculite se desenvolve quando os folículos pilosos saudáveis são infectados por uma bactéria normalmente encontrada na pele do animal. Normalmente, essa bactéria não causa problemas. No entanto, quando os folículos capilares ficam irritados ou danificados devido a arranhões, traumas ou doenças subjacentes, a bactéria se instala e resulta em uma infecção. Doenças subjacentes, como doenças da tireoide e doenças autoimunes, podem ser a fonte de foliculite. Outros problemas de pele, como alergias, acne canina e problemas
com parasitas ou fungos, também a podem causar.
A foliculite é caracterizada por pele vermelha com coceira, que pode apresentar queda de cabelo, inchaço, mudanças de cor e dor. A foliculite pode ser tratada com uma combinação de medicação oral, medicação tópica e abordando a causa subjacente. Alguns Shiba são propensos a. dermatite alérgica a pulgas. Certifique-se de sempre ter Shiba com preventivos eficazes contra pulgas (ou pior, carrapatos).
Micose
Micose é uma doença de pele altamente contagiosa que, na verdade, é causada por um fungo. Embora a micose não seja uma doença de pele agudamente séria, é uma doença que pode se espalhar para outros animais e também para humanos. Se você já ouviu ou conheceu “Pé de Atleta”, é o mesmo fungo que a micose. Os sintomas da micose incluem áreas circulares de queda de cabelo, pele inflamada, crostas e cabelos secos ou quebradiços. A micose geralmente não causa muita coceira. Cães jovens, velhos e imunocomprometidos costumam ser mais propensos à doença micose. As micose são tratáveis com uma combinação de medicamentos orais e medicamentos tópicos. Também é fundamental limpar e desinfetar completamente todas as áreas que seu cão habita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima
× Como posso te ajudar?