Exposição de Cães

Simplificando seu ritual

Propósitos da participação

Como criadores, temos a obrigação de avaliar objetivamente nosso plantel. Certamente, não poderemos fazer isso por nós mesmos, pois sempre haverá um viés emocional. É por isso que precisamos submeter os nossos Shibas ao exame de árbitros em exposições de cães.

Para ser um árbitro licenciado pela FCI, um indivíduo precisa completar um grande número de requerimentos educacionais, exames, seminários, orientação, além de ter anos de experiência convivendo com cães. Não é uma conquista fácil, precisa de pessoas dedicadas, com um insaciável apetite por conhecimento e amor pelo esporte.

No julgamento, além de conceder créditos para a conquista de títulos promocionais, tal como o de Campeão, Grande Campeão, Campeão Panamericano, etc. os árbitros registram uma classificação de qualidade do exemplar, tal como

Excelente
muito se aproxima do Padrão da Raça, se apresenta em perfeito estado, e sua superioridade de qualidades dominará suas pequenas imperfeiçoes
Muito Bom
se aproxima do Padrão da Raça, se apresenta em muito bom estado, com leves defeitos, mas que tenha qualidade e não apresente problemas morfológicos.
Bom
se aproxima do Padrão da Raça, mas apresente defeitos, que não sejam desqualificantes.
Suficiente
se aproxima o suficiente do Padrão da Raça, mas apresenta vários defeitos ou não se encontre em bom estado.
Desclassificado ou Desqualificado, por apresentar defeitos sérios, sendo que o primeiro pode ser revertido e o último retira do exemplar a oportunidade de concorrer em exposições.

Desclassificado Desqualificado
Excluído do julgamentoExcluído do julgamento com relatório para o órgão competente com o objetivo de vetar futuras participações em futuros certames
timidez excessiva, falta de movimentação, mancando, não permite ser examinado, mostra cirurgias estéticas, esteja amamentando,não tenha o tipo exigido pelo padrão da raça, mostre comportamento diverso do padrão, seja excessivamente agressivo, tenha anormalidades testiculares, tenha mandíbula anormal, tenha pelagem imprevista ou albinismo

Além disso, é um esporte interessante e a conquista de títulos pelos cães valoriza o plantel. Paralelamente, de cada pequena vitória são computados pontos para o ranking nacional da CBKC, que consagra os melhores exemplares do país, nós, por exemplo, conquistamos o título de Melhor Shiba de 2020, com a Kanpai, nossa Grande Campeã da Raça, e o Melhor Shiba Jovem do país em 2021 com a Yoko.

O elenco das raças

Há, atualmente, cerca de 400 raças caninas, distintas entre si pela conformação e propósito. Cada uma delas se dedica especificamente a uma finalidade. Essas raças são divididas em Grupos:
Grupo 1 – Cães Pastores e Boiadeiros, exceto os Suíços.
Grupo 2 – Cães do Tipo Pinscher e Schnauzer, Molossos e Boiadeiros Suíços.
Grupo 3 – Terriers.
Grupo 4 – Dachshunds.
Grupo 5 – Cães do Tipo Spitz e do Tipo Primitivo.

Raças do Grupo 5, entre as quais o Shiba

Grupo 6 – Cães do Tipo Sabujo e Rastreadores.
Grupo 7 – Cães de Aponte.
Grupo 8 – Cães Levantadores, Recolhedores e de Água.
Grupo 9 – Cães de Companhia.
Grupo 10 – Lebréis.
Grupo 11 – Raças não reconhecidas pela FCI.*

O cerimonial

A exposição canina em sua modalidade mais ampla, é um ritual altamente formal, pleno de regras, que se desenvolve segundo um processo que descreveremos a seguir. A CBKC emite um Regulamento de Exposições, em que constam todos os detalhes.

Melhor da raça

Em primeiro lugar, há um julgamento dentro de cada raça. São julgados os machos separados das fêmeas, divididos em Classes como as da figura ao lado. Disso resulta a Melhor Fêmea e o Melhor Macho. Esses competem entre si pelo Melhor da Raça, seja o macho, seja a fêmea. O vencido passa a ser o Melhor do Sexo Oposto.

O Melhor da Raça, de cada uma delas, vai competir com os melhores de raça de cada uma das raças do mesmo Grupo. Normalmente, essa disputa é realizada no final da exposição, depois de julgadas todas as raças.

Teremos então o Melhor do Grupo: o cão mais aproximado ao padrão da respectiva raça do que os demais do mesmo grupo se aproximam do respectivo padrão. E, em sequência serão classificados o segundo, o terceiro, o quarto e quinto Melhores do Grupo.

O julgamento

Os cão é avaliado em movimento, vistos por trás e pela frente, bem como vistos de lado.

O cão é avaliado em seus mínimos detalhes, olhos, dentes, unhas, tamanho, características particulares…

Yoko

Nessa exposição nossa Yoko foi a segunda melhor do Grupo, depois de ganhar a raça.

Melhor do Grupo

O Melhor da Raça, de cada uma delas, vai competir com os melhores de raça de cada uma das raças do mesmo Grupo. Normalmente, essa disputa é realizada no final da exposição, depois de julgadas todas as raças.

Teremos então o Melhor do Grupo: o cão mais aproximado ao padrão da respectiva raça do que os demais do mesmo grupo se aproximam dos respectivos padrões. E, em sequência serão classificados o segundo, o terceiro, o quarto e quinto Melhores do Grupo.

Final de Exposição – Best in Show

Em clima de solenidade, após a escolhas dos melhores de todos os Grupos, são chamados os exemplares que se colocaram em primeiro lugar, para entre eles escolher o Melhor da Exposição, ou como comumente se diz o Best in Show (BIS).

É uma escolha entre desiguais: um minúsculo Chihuahua estará competindo com um imenso Schnauzer Gigante, por exemplo. Como normalizar essa escolha?

Na verdade, os cães, por óbvio, não são comparados entre si, mas cada um deles é comparado ao respectivo padrão da raça. Então, como o padrão é um documento ideal, impossível de atingir na plenitude na prática, eles estarão, cada um, mais ou menos próximo do respectivo padrão.

O BIS será aquele que estiver mais próximo do respectivo padrão do que todos os demais e assim por diante.

Dentre os cães Melhores de Grupo será escolhido o Melhor da Exposição e na sequência o segundo Melhor da Exposição (também dito Reserva de BIS), o terceiro e o quarto e quinto.

Ritual de julgamento da NIPPO

No Japão a Nihon Ken Hozonkai (日本犬保存会, Associação para a Preservação do Cão Japones), comumente abreviada como Nippo, é dedicada à preservação e manutenção dos registros para as seis raças nativas de cães japoneses: o Akita Inu, Hokkaido, Kai Ken, Kishu, Shikoku e Shiba. A Nippo também emite o Nippo Standard, que serve como padrão para as seis raças nativas.

O julgamento feito pela Nippo é mais rigoroso do que o das demais associações cinófilas, o que é natural devido a sua especialização e propósito.

No Japão a Nippo coexiste com o Japan Kennel Club que é de natureza genérica.

1 comentário em “Exposição de Cães”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima
× Como posso te ajudar?